Marcadores

terça-feira, 17 de setembro de 2013

A HISTORIA DO AC/DC


    AC/DC
AC/DC é uma banda de rock formada em Sydney, Austrália em 1973 pelos irmãos Angus e Malcolm Young. A banda é normalmente classificada como hard rock  e considerada uma das pioneiras do heavy metal,   juntamente com bandas como Led Zeppelin, Black Sabbath, Thin Lizzy, Judas Priest e Deep Purple.  No entanto, os seus membros sempre classificaram a sua música como rock and roll.
O AC/DC passou por várias mudanças de alinhamento antes de lançarem o seu primeiro álbum, High Voltage, em 1975. A formação manteve-se estável até o baixista Cliff Williams substituir Mark Evans em 1977. Em 1979, a banda gravou o seu bem-sucedido álbum Highway to Hell. O vocalista e co-compositor Bon Scott faleceu a 19 de fevereiro de 1980, após consumir na noite anterior uma grande quantidade de álcool. O grupo considerou por algum tempo a separação, mas rapidamente o ex-vocalista dos Geordie, Brian Johnson, foi selecionado para o lugar de Scott. Mais tarde nesse ano, a banda lançou o seu álbum mais vendido, Back in Black.

O álbum seguinte da banda, For Those About to Rock (We Salute You), foi também bem sucedido e tornou-se o primeiro álbum de heavy metal a atingir o 1º lugar nos Estados Unidos. O AC/DC caiu em popularidade pouco após a saída do baterista Phil Rudd em 1983. As fracas vendas continuaram até ao lançamento de The Razor's Edge em 1990. Phil Rudd regressou em 1994 e contribuiu para o álbum de 1995 da banda, Ballbreaker. Stiff Upper Lip foi lançado em 2000, tendo sido bem recebido pela crítica. Planos para um novo álbum foram anunciados em 2004, sendo cumpridos em 2008, com o lançamento do álbum Black Ice no dia 20 de outubro de 2008.
O AC/DC já vendeu mais de 150 milhões de cópias em todo o mundo,  incluindo 71 milhões somente nos Estados Unidos.  Back in Black já vendeu cerca de 43 milhões de cópias a nível mundial,  do quais 22 nos Estados Unidos, fazendo dele o 2º álbum mais vendido de todos os tempos e o 5º mais vendido nos Estados Unidos.  AC/DC ficou em quarto na lista da VH1 dos "100 Maiores Artistas de Hard Rock"  e foram considerados pela MTV a 7ª "Maior Banda de Heavy Metal de Todos os Tempos"  e em 2004, a banda ficou em 72º na lista dos "100 Maiores Artistas de Todos os Tempos" feita pela revista Rolling Stone.

       História

                                                                                                                   Antecedentes e nome
Os irmãos Angus, Malcolm e George Young nasceram em Glasgow, Escócia, e se mudaram para Sydney com a maioria de sua família em 1963. George foi o primeiro a aprender a tocar guitarra. Ele se tornou um membro da Easybeats, uma das bandas mais bem sucedidas da Austrália da década de 1960. Em 1966, eles se tornaram o primeiro ato local de rock a ter um sucesso internacional, com a canção "Friday on My Mind". Malcolm seguiu os passos de George tocando com uma banda de Newcastle, New South Wales, chamada de Velvet Underground (não deve ser confundida com a nova-iorquina Velvet Underground). 
Angus e Malcolm desenvolveram uma ideia para o nome da banda depois de ver as iniciais "AC/DC" na parte de trás de uma máquina de costura da irmã mais velha deles, Margaret Young. "AC/DC" é uma abreviação de "alternating current/direct current" (que em português significa "corrente alternada/corrente contínua"). Os irmãos sentiram que esse nome simbolizava a energia da banda e o amor deles pela música. "AC/DC" é pronunciado uma letra por vez, embora a banda seja conhecida popularmente pela pronúncia "Acca Dacca" na Austrália

  Primeiros anos: 1973-1974 (A Era de Dave Evans)
Em novembro de 1973, Malcolm e Angus Young formaram o AC/DC e recrutaram o baixista Larry Van Kriedt, o vocalista Dave Evans e o baterista Colin Burgess. A banda se apresentou pela primeira vez em um clube chamado Chequers em Sydney em 1973.  Mais tarde assinaram com a Albert Productions. Burgess foi o primeiro membro demitido, e vários baixistas e bateristas passaram pela banda durante 1974.

Os irmãos Young decidiram que Evans não era o vocalista adequado para o grupo, porque eles sentiram que ele era mais um glam rocker como Gary Glitter.  Evans não se dava bem com Dennis Laughlin, o que também contribuiu para a saída de Dave Evans da banda.[24] Bon Scott, um vocalista experiente e amigo de George Young, estava interessado em se tornar o novo vocalista da banda. O único vídeo da banda com Dave Evans pode ser encontrado no YouTube procurando por "AC/DC before Bon Scott". O vídeo muito antigo mostra a banda tocando o single Can I Sit Next To You Girl

Dave Evans

 A Era Bon Scott: 1974-1980
Em setembro de 1974, Bon Scott substitui Dave Evans. A banda havia gravado apenas duas músicas com Evans, "Rockin' in the Parlour" e "Can I Sit Next to You Girl"; esta segunda música foi regravada com Bon Scott, tornando-se a sétima faixa da versão australiana do álbum T.N.T. e a sexta faixa da versão internacional do álbum High Voltage).
Em janeiro de 1975, foi lançado na Austrália o álbum High Voltage, levou apenas 10 dias para ser gravado.  Em poucos meses, a formação da banda foi estabelecida, com Bon Scott nos vocais, Mark Evans no baixo e Phil Rudd na bateria. Mais tarde naquele ano eles lançaram o single "It's a Long Way to the Top (If You Wanna Rock 'n' Roll)", que se tornou o hino do rock para eles.  A música foi incluída em seu segundo álbum, T.N.T., que foi lançado apenas na Austrália e na Nova Zelândia. No álbum tinha outra música clássica, "High Voltage".

 Sucesso internacional: 1977-1980

Em 1976, a banda assinou com a Atlantic Records, e fez turnê por toda a Europa. Eles ganharam muita experiência abrindos shows do Black Sabbath, Aerosmith, Kiss, Styx e Blue Öyster Cult, e tocando ao lado do Cheap Trick. 
O primeiro álbum do AC/DC que teve lançamento internacional foi uma compilação lançada em 1976 com faixas do High Voltage e do T.N.T., o álbum vendeu 3 milhões de cópias no mundo.  Na seleção das faixas, foram incluídas apenas duas músicas do primeiro álbum. O próximo álbum da banda, Dirty Deeds Done Dirt Cheap, foi lançado nas versões australiana e internacional.
Em 1977 eles lançaram o álbum Let There Be Rock e o baixista Mark Evans foi substituído pelo Cliff Williams.

AC/DC foi uma grande influência para as bandas de New Wave of British Heavy Metal. Em 2007, críticas notaram que AC/DC, juntamente com Thin Lizzy, UFO, Scorpions e Judas Priest estavam entre a segunda geração de estrelas do heavy metal.
Foto de AC/DC
A primeira exibição do AC/DC nos Estados Unidos foi em Michigan, numa estação de rádio em 1977. O dono da estação, Peter C. Cavanaugh, reservou para a banda uma apresentação no Flint's Capitol Theater. AC/DC abriu com a famosa música "Live Wire" e fecharam com "It's a Long Way to the Top (If You Wanna Rock 'n' Roll)". 
Em 1978 lançaram o álbum Powerage, marcando o primeiro
Ficheiro:Cliffwilliams.jpg
 álbum gravado com o baixista Cliff Williams e com riffs mais pesados.  Apenas um single do álbum foi lançado, "Rock 'n' Roll Damnation". Foi o último álbum do AC/DC produzido por Harry Vanda e George Young. 
O grande avanço na carreira da banda veio na colaboração com o produtor Robert Lange no sexto álbum, Highway to Hell, lançado em 1979. Foi o último álbum do AC/DC com Bon Scott nos vocais. Foi o primeiro álbum do AC/DC a entrar no Top 100 Americano, alcançando o 17º lugar.
Ficheiro:Grave of Bon Scott, Fremantle Cemetery, Western Australia - 20060218.jpg
   A morte de Scott

No dia 19 de fevereiro de 1980, Bon Scott passou a noite inteira bebendo em Londres. Na manhã seguinte, Alistair Kinnear (um conhecido de Scott) o levou para o hospital em Camberwell. Scott foi declarado morto quando chegou ao hospital.
Aspiração pulmonar de vômito foi a causa da morte de Bon. No documento oficial de sua morte está listado como "intoxicação por álcool" e "morte por desventura". 
A família de Scott o enterrou no cemitério de Fremantle, na Austrália, local para onde emigraram quando Bon Scott ainda era criança. 
Inconsistências no documento oficial da morte de Scott tem sido citados em teorias da conspiração, que sugerem que Scott morreu de overdose por consumo de heroína, ou que foi morto dentro do carro, ou que Alistair Kinnear não existia. Adicionalmente, Scott era asmático,  e a temperatura estava abaixo de zero na manhã de sua morte.
Ficheiro:BonScottStatue3 gobeirne.jpg
Estátua de bronze de Bon Scott inaugurada em Fremantle, Austrália em outubro de 2008

 A era de Brian Johnson: 1980-presente

Após a morte de Bon Scott, a banda estava pensando em desistir, no entanto, Scott teria desejado que o AC/DC continuasse. Vários vocalistas foram citados para substituir Scott, incluindo Buzz Shearman, ex-vocalista do Moxy[36] e Terry Slesser, ex-vocalista do Back Street Crawler. Os membros do AC/DC finalmente decidiram que o novo vocalista seria Brian Johnson, ex-Geordie.
Com Brian Johnson a banda terminou de compor as músicas para o álbum Back in Black. A gravação ocorreu no

 Compass Point Studios em Bahamas, poucos meses após a morte de Scott. Back in Black foi produzido por Mutt Lange e gravado por Tony Platt, se tornando o álbum mais vendido da carreira de ambos. O álbum inclui hits como "Hells Bells", "You Shook Me All Night Long" e "Back in Black". O álbum recebeu certificação platina um ano após o seu lançamento,e em 2006 o álbum alcançou a marca de 22 milhões de cópias vendidas nos Estados Unidos.  O álbum alcançou o 1º lugar no Reino Unido e o 4º nos Estados Unidos, onde ficou 131 semanas no Top 10.  Back in Black é o 5º álbum mais vendido de todos os tempos nos Estados Unidos.
O próximo álbum, For Those About to Rock We Salute You, foi lançado em 1981, vendeu bem e recebeu críticas positivas. As faixas "Let's Get It Up" e "For Those About to Rock (We Salute You)", alcançaram o 13º e 15º lugar no Reino Unido respectivamente. 
                    Saída de Rudd e declínio comercial: 1983-1987


phil rudd

No meio de rumores de alcoolismo e drogas, o relacionamento do baterista Phil Rudd com Malcolm Young deteriorou e, após um longo período de ódio, eles brigaram. Rudd foi demitido duas horas após a briga. Ele foi substituído por Simon Wright no verão de 1983.
Mais tarde naquele ano, a banda lançou o seu nono álbum, Flick of the Switch, que fez menos sucesso que seus álbuns anteriores, e foi considerado pouco desenvolvido. Um crítico afirmou que a banda "tem feito o mesmo álbum nove vezes".  Numa enquete da revista Kerrang!, AC/DC foi votado como a oitava maior decepção de 1984. Entretanto, Flick of the Switchalcançou o 4º lugar na parada de álbuns do Reino Unido,  e a banda teve menor sucesso com os singles "Nervous Shakedown" e "Flick of the Switch". O próximo álbum, Fly on the Wall, foi produzido por Angus e Malcolm Young e lançado em 1985, também foi considerado pouco inspirado e pouco desenvolvido. 
Em 1986, a banda retornou as paradas com a música "Who Made Who". O álbum Who Made Who foi trilha sonora do filme Maximum Overdrive de Stephen King. No álbum há músicas mais antigas como "You Shook Me All Night Long", "Ride On" e "Hells Bells", além de músicas inéditas como "Who Made Who" e duas instrumentais, "D.T." e "Chase the Ace"

   Popularidade renovada: 1987-2000

AC/DC lançou em 1988 o álbum Blow Up Your Video, foi gravado no Miraval Studio in Le Val, na França, e reuniu a banda com seus produtores originais, Harry Vanda e George Young. A banda gravou dezenove músicas, escolhendo dez para o lançamento do álbum. Blow Up Your Video foi um sucesso comercial, vendeu mais cópias que seus dois últimos álbuns juntos, e alcançou o 2º lugar na parada de álbuns do Reino Unido, a melhor posição desde o Back in Black em 1980. A turnê mundial Blow Up Your Video começou em fevereiro de 1988, em Perth, Austrália.

Após a turnê, Simon Wright saiu do AC/DC para trabalhar
 com a banda Dio no álbum Lock Up the Wolves, e foi substituído pelo veterano Chris Slade. Brian Johnson ficou indisponível vários meses enquanto finalizava seu divórcio,  então os irmãos Young escreveram todas as músicas do próximo álbum, prática que continuou para todos os álbuns seguintes até o Black Ice, lançado em 2008.
O novo álbum, The Razors Edge, foi gravado em Vancouver, Canadá e produzido por Bruce Fairbairn, que já havia trabalhado com Aerosmith e Bon Jovi. Lançado em 1990, foi um grande retorno da banda, e incluía os singles "Thunderstruck" e "Are You Ready" que alcançaram o 5º e 16º lugar respectivamente na Billboard Mainstream Rock Tracks, e "Moneytalks", que alcançou o 23º lugar na Billboard Hot 100. Vários shows da turnê Razors Edge foram gravados para o álbum ao vivo do AC/DC lançado em 1992, Live. Live foi produzido por Fairbairn, e é considerado um dos melhores álbuns ao vivo da década de 1990.  No ano seguinte, a banda gravou a música "Big Gun", que fez parte da trilha sonora do filme de Arnold Schwarzenegger, Last Action Hero, e a música foi lançada como single, alcançando o 1º lugar na Billboard Mainstream Rock Tracks, foi o primeiro single da banda a alcançar o 1º lugar nessa parada.

Em 1994, Angus e Malcom Young chamaram Phil Rudd para substituir Slade, eles tinham forte desejo em voltar a trabalhar com Rudd. Em 1995, a formação de 1980 está de volta, a banda lança Ballbreaker, gravado no Ocean Way Studios em Los Angeles, Califórnia, e produzido por Rick Rubin. O primeiro single do álbum foi "Hard as a Rock". Mais dois singles foram lançados do álbum: "Hail Caesar" e "Cover You in Oil".
Em 1997, foi lançado um box set chamado Bonfire. No box set contém quatro álbuns: uma versão remasterizada de Back in Black, Volts, e dois álbuns ao vivo, Live from the Atlantic Studios e Let There Be Rock: The Movie. Live from the Atlantic Studios foi gravado no dia 7 de dezembro de 1977 no Atlantic Studios em Nova Iorque. Let There Be Rock: The Movie é um álbum duplo gravado em 1979 no The Pavillon em Paris.

Malcom Young

      Eventos recentes: 2000-2007

Em 2000, a banda lançou o seu 14º álbum de estúdio, Stiff Upper Lip, produzido por George Young no Warehouse Studio, em Vancouver. O álbum foi mais bem recebido pelas críticas do que o Ballbreaker, mas foi considerado necessitado de novas ideias.  A versão lançada na Austrália incluía um disco bônus com três videos promocionais e apresentações gravadas em Madrid no ano de 1996. Stiff Upper Lip alcançou o 1º lugar em cinco países, incluindo Argentina e Alemanha; 2º lugar em três países, Espanha, França e Suíça; 3º lugar na Austrália; 5º lugar no Canadá e em Portugal; e 7º lugar nos Estados Unidos, Noruega e Hungria. O primeiro single, "Stiff Upper Lip" ficou no topo da Billboard Mainstream Rock Tracks por quatro semanas.  Os outros singles lançados também foram muito bem, "Satellite Blues" e "Safe in New York City" atingiram o 7º e 31º lugar na Billboard Mainstream Rock Tracks respectivamente.

Em 2002, o AC/DC assinou um longo contrato com a Sony Music, que passou a lançar uma série de álbuns remasterizados da banda. Cada lançamento continha um livreto expandido, com fotografias raras, recordações e notas .Em 2003, todos os álbuns (exceto Ballbreaker e Stiff Upper Lip) foram remasterizados e relançados. Ballbreaker foi eventualmente relançado em outubro de 2005 e Stiff Upper Lip foi relançado mais tarde, em abril de 2007.
No dia 30 de julho de 2003 a banda tocou com The Rolling Stones e Rush no Molson Canadian Rocks for Toronto. O concerto detém o recorde de maior número de pagantes da história na América do Norte.[  O AC/DC se tornou a segunda banda australiana que mais faturou em 2005, e a sexta que faturou em 2006. Verizon Wireless ganhou o direito de lançar os álbuns de estúdio e todo o Live at Donington para download em 2008.
No dia 16 de outubro de 2007, a Columbia Records lançou um duplo e triplo DVD intitulado Plug Me In. O conjunto é constituído de cinco e sete horas de filmagens raras, e ainda uma gravação da banda tocando no colégio: "School Days", "T.N.T.", "She's Got Balls" e "It's a Long Way to the Top (If You Wanna Rock 'n' Roll)". O disco um contém shows raros da banda com Bon Scott, e o disco dois é sobre a era de Brian Johnson. A edição de colecionador contém um DVD extra com mais 21 performances raras da banda e mais entrevistas.
Ficheiro:ACDC in St. Paul, November 2008.jpg
  Black Ice: 2008-presente

No dia 18 de agosto de 2008, a Columbia Records anuncia o lançamento do 15º álbum de estúdio da banda, Black Ice, dia 18 de outubro a versão australiana e dia 20 de outubro a versão internacional. Foi o primeiro álbum lançado em oito anos, e foi produzido por Brendan O'Brien. Assim como Stiff Upper Lip, ele foi gravado no The Warehose Studio em Vancouver. Black Ice fez história estreando em número 1 na parada em 29 países. Com mais de 6.5 milhões de cópias vendidas no mundo, combinada com mais de 5,5 milhões vendidos no catálogo, AC/DC ultrapassou os Beatles como a artista No.1 na venda no catálogo nos Estados Unidos em 2008. Os 18 meses da World Tour Black Ice foi anunciada em 11 de Setembro e começou em 28 de outubro, em Wilkes-Barre, Pennsylvania. 
"Rock 'n' Roll Train" é o primeiro single do álbum, foi lançado nas rádios no dia 28 de agosto. No dia 15 de agosto, AC/DC gravou um videoclipe para a música em Londres com uma seleção especial de fãs que tiveram a chance de participar do videoclipe


No dia 3 de junho de 2009, a banda apresentou-se em Portugal, num concerto no Estádio José Alvalade, em Lisboa. No dia 27 de novembro de 2009, após 13 anos, o AC/DC retornou ao Brasil, fazendo o show no Estádio do Morumbi. 
No final de setembro de 2009, a banda remarcada seis shows quando Brian Johnson passou por uma cirurgia.  Em 29 de Setembro, a banda anunciou uma coleção de raridades gravadas em estúdio e ao vivo,Backtracks.
Em 26 de janeiro de 2010, AC / DC anunciou em seu site oficial o lançamento de seu novo álbum AC/DC: Iron Man 2, uma coletânea com a trilha sonora do filme Iron Man 2.
Depois de 20 meses da turnê e tocando para mais de 5 milhões de pessoas em 108 cidades em mais de 28 países, a turnê do álbum chega ao fim em Bilbao, Espanha no dia 28 de junho de 2010. Eles lançaram um DVD dos seus concertos ocorridos na Argentina entre 2, 4 e 6 de dezembro de 2009, chamado Live at River Plate.

Futuro álbum: 2011-presente
Em uma entrevista ao site Pop Eater, o vocalista Brian Johnson diz que a banda deve se reunir quando a banda completar 40 anos de carreira em 2013 para gravar um novo disco e uma turnê de comemoração: “Para conversar sobre como estamos nos sentindo em relação a comemoração da data”. Mas Brian disse que não há data para entrar nos estúdios para evitar pressão:“Nós nunca dizemos que ‘estamos indo para o estúdio em janeiro do ano que vem’. Se você faz isso, você está sob pressão, e nós nunca trabalhamos desse jeito”.
Foto de AC/DC
    Reconhecimento

O AC/DC entrou no Rock and Roll Hall of Fame em março de 2003. Durante a cerimônia a banda tocou "Highway to Hell" e "You Shook Me All Night Long", com os vocais feitos por Steven Tyler do Aerosmith. Durante o discurso, Brian Johnson citou a música deles "Let There Be Rock". 
No dia 1 de outubro de 2004, uma rua de Melbourne, Corporation Lane, foi renomeada para ACDC Lane em

 homenagem à banda. A rua fica perto da Swanson Street, onde a banda gravou o videoclipe de 1975 da música "It's a Long Way to the Top (If You Wanna Rock 'n' Roll)".  Uma rua em Leganés, Espanha recebeu o nome de "Calle de AC/DC" no dia 2 de março de 2000. 
Em 2005, a RIAA atualizou o número de álbuns vendidos pela banda nos Estados Unidos de 63 milhões para 69 milhões de cópias vendidas, fazendo do AC/DC a quinta banda que mais vendeu álbuns nos Estados Unidos e o décimo artista que mais vendeu álbuns nos Estados Unidos, vendendo mais que Madonna, Mariah Carey e Michael Jackson.A RIAA também certificou Back in Black como dupla platina (vinte milhões) nos Estados Unidos, o álbum já vendeu mais de 22 milhões de cópias, sendo o quinto álbum mais vendido da história do país.

INTEGRANTES

Ficheiro:AngusYoung.JPG
Angus McKinnon Young (31 de Março de 1955, em Glasgow, Escócia) é um guitarrista, músico e um dos fundadores da banda de rock n'roll e heavy metal, AC/DC. Apesar de ser escocês, é naturalizado australiano, possuindo dupla nacionalidade. No ano de 2003, foi introduzido juntamente com Malcolm Young, Brian Johnson e outros membros do AC/DC no Hall da Fama do Rock n'Roll. É conhecido no mundo inteiro por sua performance nos palcos durante shows, seu tradicional uniforme escolar, que acabou virando símbolo da banda e por realizar a popular 'Duckwalk', dança inventada pela lenda músical, Chuck Berry. No ano de 2003, esteve presente na lista dos 100 melhores guitarristas de todos os tempos, ficando na 96º colocação. Um ano mais tarde, foi considerado o 24º melhor guitarrista de todos os tempos pela revista norte-americana Rolling Stone.  Sua guitarra elétrica predileta é a Gibson SG que conseguiu na Austrália e usa há mais de 30 anos de carreiras. Um dos maiores guitarristas da história do Rock 'n Roll e considerado pela grande maioria o maior riffer de todos os tempos. É autor de célebres riffs de guitarra, como Back in Black, Highway to Hell, Riff Raff, Black Ice, Let There Be Rock, Hells Bells, Rock 'N Roll Train, Thunderstruck, Shoot to Thrill, e entre outros.
Ficheiro:Malcolm Young at ACDC Monster of Rock Tour.jpg
Malcolm Mitchell Young (Glasgow, Escócia - 6 de Janeiro, 1953), é um guitarrista escocês naturalizado australiano, e membro fundador da banda de rock australiana AC/DC, junto com seu irmão mais novo Angus Young, sendo o guitarrista rítmico, vocalista de apoio (juntamente com Cliff Williams) e compositor. É o compositor de todas as músicas do grupo, juntamente com seu irmão e Bon Scott/Brian Johnson. É bastante conhecido pelos riffs que criou, como exemplo, Back in Black. O álbum é considerado o segundo mais vendido da história da música. Foi nomeado ao Rock and Roll Hall of Fame em 2003 com os outros membros do AC/DC. Ele está com a banda desde sua fundação em 1973 apesar de uma breve ausência em 1988. Malcolm é o líder da banda e quem faz as decisões principais.

Apesar de seu irmão mais novo Angus Young ser mais conhecido, Malcolm é o responsável pela maioria dos riffs do AC/DC e pela sua amplitude musica

Ficheiro:Cliffwilliams.jpg
Cliff em concerto com o AC/DC, 1981

Cliff Williams (Romford, Inglaterra - 14 de Dezembro de 1949) é um baixista inglês da banda de rock AC/DC. Ele é o pai da atriz e modelo Erin Lucas.

Cliff entrou na banda AC/DC logo após a saída de Mark Evans, que teve uma briga com Angus Young por causa de uma mulher. Cliff participou de uma banda, Home, que gravou até 4 discos e abriram um show para Led Zeppelin quando estes ainda estava no Led Zeppelin II.
Em 1970, Cliff Williams começou com sua primeira banda, Home, com o cantor Mick Stubbs, Laurie Wisefield guitarrista, tecladista Clive John e o baterista Mick Cook. Em 1970 o grupo de rock progressivo lhes rendeu um contrato com a Epic Records e um LP de estréia foi lançado no ano seguinte sob o título "For A Hoarse Horse". Em novembro de 1971 Home abriu o show para o Led Zeppelin no Empire Wembley Pool na segunda apresentação do "Led Zeppelin's Electric Magic" que contou também com apresentações de circo e outras bandas de rock.

Em 1972, Jim Anderson substituiu Clive John nos teclados e Home lançou um álbum auto-intitulado, passando a ter seu primeiro e único sucesso com "Dreamer" em Novembro de 1972, que alcançou a posição #41 na parada de álbuns do Reino Unido. Seu próximo álbum, "The Alchemist" foi lançado em 1973, mas não teve muito sucesso. No entanto, quando o cantor folk britânico e compositor Al Stewart pediu para a banda Home abrir suas apresentações em sua primeira turnê americana em Março de 1974, Mick Stubbs saiu do grupo. Os outros se tornaram a "Al Stewart Band". A "Al Stewart Band" não durou muito tempo e Cliff Williams foi o próximo a deixar o grupo, formando a banda "Bandit" em 1974.

"Bandit" rapidamente conseguiu um contrato com a Arista Records e lançou um álbum auto-intitulado em 1977. Junto com Cliff estava o vocalista Jim Diamond (que passou a fazer sucesso como artista solo) e o baterista Graham Broad (que mais tarde se juntar a "Bucks Fizz" e a banda de "Roger Waters").


Brian Johnson (Gateshead, 5 de Outubro de 1947) é um cantor e compositor britânico. Desde 1980, ele tem sido o vocalista da banda de hard rock australiana AC/DC. Em 1972, Brian Johnson tornou-se um dos membros fundadores da banda de glam rock, Geordie. Depois de alguns singles que se tornaram hits, chegando ao Top 10 no Reino Unido com a música, "All Because Of You" (1973), a banda terminou em 1978 e depois foi reestruturada por Brian em 1980. Mas assim que assinaram um novo contrato com uma gravadora, Brian Johnson foi convidado para a audição do AC/DC, cujo vocalista, Bon Scott, havia falecido em 19 de Fevereiro de 1980.

O primeiro álbum de Brian com o AC/DC foi "Back In Black", que é o segundo álbum mais vendido de todos os tempos  e também é o álbum mais vendido do que qualquer banda   . Em 1997, Brian gravou com a banda "Jackyl" a música "Locked and Loaded", e em 2002 escreveu a da música "Kill The Sunshine" do álbum "Relentless".
Brian entrou na banda AC/DC substituindo o vocalista Bon Scott, após a sua morte. Um fã de 14 anos enviou uma carta ao AC/DC, falando do vocalista Brian Johnson da banda Geordie. Malcolm Young se lembrou de show que tinha ido com o próprio Bon Scott e os dois tinham comentado que grande vocalista Brian era. Então a banda chamou-o para uma audição, e até os dias atuais Brian é o vocalista da banda.


Phil Rudd (Melbourne, Austrália - 19 de maio de 1954), também conhecido como Adami, é um baterista australiano, membro da banda AC/DC.

Entrou em 1975 na banda. Ficou até 1983, quando houve um desentendimento com Malcolm Young e após esse episódio, ele saiu do AC/DC. Outro motivo pela sua saída foram os vícios de drogas e bebidas.

Após sua saída da banda, Phil montou na Nova Zelândia uma escola de pilotos de helicóptero. Em 1994, quando a banda estava fazendo shows na Nova Zelândia, perguntaram se ele queria voltar e ele aceitou.

Phil tem em seu estilo de tocar bateria uma boa "pegada", com muito controle sobre o ritmo da música. Costuma conduzir a música de uma forma simples, porém bem executada, misturando levadas de blues.Fuma quando esta tocando

Em Outubro de 2011 ele foi preso e condenado a pagar 123 euros e 63 euros por direitos legais por posse ilegal de drogas.Ele e a banda AC/DC ajudaram a pagar sua fiança e disseram ao jornal New Jersey que estão pronto para a turnê com a volta do Rudd e preparados com musicas novas.

Ex-membros



Dave Evans é um músico australiano que foi o primeiro vocalista do AC/DC. Chegou a gravar um single — Can I Sit Next to You Girl / Rockin in the Parlour) — mas os outros componentes em conjunto o expulsaram da banda, pois ele se recusou a subir no palco em uma apresentação sem nenhuma explicação lógica para isso. No seu lugar entrou o lendário Bon Scott.
Nasceu no País de Gales, em 20 de julho de 1953 e emigrou com sua família para a Austrália em 1956.58 anos.

Dave evans pouco tempo atrás fez uma entrevista a Blasting-zone.com e afirmou que saiu por motivos de ciumes da banda. Dave Evans é considerado como um dos 100 melhores cantores do mundo pelo site ELES CANTAM.

Ele afirma também que entrou no grupo apenas para conhecer um famoso baterista da época (Colin Burgess). Ele junto com a a banda fez diversos shows em grandes estúdios como a BBC e na Sydney Opera House. Após diversas discussões o grupo disse que ele estaria fora da banda com o seu passe de volta para casa.




Bon Scott  (nascido Ronald Belford Scott, Kirriemuir, 9 de julho de 1946 - Londres, 19 de fevereiro de 1980)   foi um cantor escocês, vocalista e compositor da banda australiana AC/DC de 1974 a 1980.

Em 2006, a revista Hit Parader colocou Scott como o 5º melhor vocalista de heavy metal de todos os tempos. 

Iniciou sua carreira com a banda The Spektors, logo depois formando The Valentines, onde conhecera seu amigo Vince Lovergrove, que trabalharia em seu próximo projeto o Fraternity; logo após a separação do grupo, integrou o AC/DC onde lançou sete discos, vindo a falecer logo após o lançamento do último álbum com Bon nos vocais Highway to Hell, que os alçou à fama mundial. Depois da sua morte foi substituído por Brian Johnson. Antes de substituir Dave Evans nos vocais, era motorista de vans.

dirty deeds
Mark Evans (2 de março de 1956 em Melbourne, Vitória)  é um baixista australiano, mais conhecido como um dos primeiros baixistas da banda de hard rock AC/DC. Gravou alguns discos de 1975 a 1977. Mark saiu da banda, por desentendimentos com o guitarrista Angus Young. Após sair, o baixista Cliff Williams o substituiu, e toca com o grupo até hoje.

Mark tocou também em outras bandas, com Finch (também conhecida como Contraband), Cheetah, Swanee, Heaven e The Party Boys.

Ficheiro:Acdc simon wright.jpg
Simon Wright (19 de Junho de 1963, Manchester, Inglaterra) é um baterista profissional, mais conhecido por ter tocado com as lendas do rock AC/DC e Ronnie James Dio. Começou a tocar na adolescência e cita Cozy Powell, Tommy Aldridge e John Bonham como suas influências.

Começou a carreira na A II Z, banda do movimento New Wave Of British Heavy Metal fundada no ano de 1979, em Manchester, Inglaterra, pelo guitarrista Gary Owens. A formação consistia em David Owens (vocal), Gary Owens (guitarra), Gam Campbell (baixo), Karl Reti (bateria). Rapidamente obteve reconhecimento em Manchester, conseguindo um selo da Polydor Records, que queria ganhar dinheiro em cima do estouro do movimento NWOBHM. Um álbum single, The Witch Of Berkley, saiu em 1980. Reti foi então substituído por Wright. A banda prontamente se desmanchou. Somente Wright conquistou maior sucesso.

Ele se juntou ao AC/DC após a saída do baterista Phil Rudd, em 1983. A banda gravou 3 discos com Wright na metade dos anos 80 ; Fly on the Wall, Who Made Who e Blow Up Your Video. Wright deixou o grupo em 1989, sendo substituído por Chris Slade.

Gravou 6 discos com a banda Dio, sendo o mais recente gravado em 2005, intitulado Evil or Divine. Wright também pode ser ouvido tocando em álbuns de bandas como UFO, Michael Schenker Group e John Norum.

Em 2005, participou de um álbum tributo à banda ícone do Heavy metal, Iron Maiden, sendo esse seu segundo álbum desse tipo. Seu primeiro foi produzido em 1998, intitulado Thunderbolt, tributo aos ex-colegas da banda AC/DC.


Chris Slade (nascido Christopher Rees, 30 de outubro de 1946, Pontypridd, País de Gales) é um baterista de rock, que teve uma carreira longa e variada. Teve a oportunidade de trabalhar com diversos artistas, tais como Gary Numan, Tom Jones, Uriah Heep e Manfred Mann's Earth Band de 1972 a 1978. No começo dos anos 80, Slade tocou com Paul Rodgers e também com o guitarrista e vocalista da banda inglesa Pink Floyd, David Gilmour, em vários projetos nos anos seguintes. Slade usa bumbos suspensos em sua bateria (aproximadamente na altura da cabeça) sendo essa sua marca registrada.

Slade certamente ficou mais conhecido em 1989 quando foi convidado para tocar na banda de rock australiana AC/DC, depois que o então baterista Simon Wright separou-se do grupo, para entrar na Banda de Ronnie James Dio. Os irmãos Young (Angus e Malcolm) inicialmente o contrataram temporariamente, mas logo convidaram-no para se unir à banda, durante a gravação do único álbum produzido com ele. Ele então tocou em The Razors Edge, assim como na turnê desse mesmo álbum. Os irmãos Young, contudo, pediram a Slade para deixar o grupo após quatro anos e trouxeram de volta seu antigo baterista Phil Rudd, declarando que Phil tinha um "ritmo" que se adequava mais ao estilo de rock da banda.

Depois de sair do grupo australiano, Slade foi morar no Reino Unido até receber uma ligação de Geoff Downes, membro da banda de rock progressivo Asia, na qual permaneceu por seis anos, até sua saída, em 2005.

Atualmente está trabalhando num novo álbum com o trio britânico Damage Control.

Nenhum comentário: