Marcadores

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

ROWENA MORRILL A

Rowena Morrill A. é um artista americano, trabalhando em ficção científica e ilustração de fantasia.
Livros de seu próprio trabalho incluíram a arte fantástica de Rowena, Imagine (em França), Imaginação (na Alemanha), e A Arte de Rowena. Ela também foi incluído em antologias, como muitos, Tomorrow and Beyond e infinitos mundos.
Rowena atualmente dá aulas na Escola Kubert. alegado plágio do trabalho de Morrill
Em 2003, uma apresentação de slides animação em Flash intitulado "Canto da Arte Família" foi lançado anonimamente, alegando que uma mulher chamada Jan McRae tinha plagiado o trabalho de muitos artistas, incluindo Morrill, para reprodução em folhetos impressos proselitismo pelos Filhos de culto a Deus. Após a apresentação foi lançado, tanto McRae e Karen Zerby, líder dos Filhos de Deus, reconheceu que McRae tinha copiado o trabalho dos outros, e admitiu McRae delito. ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++Rowena A. Morrill is an American artist, working in science-fiction and fantasy illustration.
Books of her own work have included The Fantastic Art of Rowena, Imagine (in France), Imagination (in Germany), and The Art of Rowena. She has also been included in many anthologies, such as, Tomorrow and Beyond and Infinite Worlds.
Rowena currently teaches classes at The Kubert School. Alleged plagiarism of Morrill's work
In 2003, a Flash animation slideshow titled "Family Art Corner" was released anonymously, alleging that a woman named Jan McRae had plagiarized the work of many artists, including Morrill, for reproduction in proselytization tracts printed by the Children of God cult.[2][3] After the slideshow was released, both McRae and Karen Zerby, leader of the Children of God, acknowledged that McRae had copied the work of others, and McRae admitted wrongdoing.






































Posted by Picasa

RODNEY MATTHEWS


Rodney Matthews (nascido em 06 de julho de 1945 em Paulton, North Somerset, Inglaterra) é um artista de fantasia e ilustrador.
Em 1978, ele publicou Yendor: A Jornada de um Aventureiro Junior, um livro de imagens difíceis de volta com seus quadros distintos de "Country The Wild", um mundo de fantasia visto através dos olhos de Yendor jovem, em homenagem a seu filho (Yendor é, é claro, Rodney para trás). Estas pinturas foram acompanhadas de um texto irreverente e alegre escrito por Graham Smith, formando uma história episódica sobre a jornada de Yendor. Apesar de não apresentando qualquer estrutura de enredo coerente, este livro caprichoso alcançado status de cult entre os fanáticos de arte fantástica, devido às pinturas impressionantes e surreal de Mateus.

Rodney tem trabalhado com um número de bandas nas capas de álbuns, o mais notável dos quais é Birmingham melódico Magnum banda de rock para quem projetou a obra de arte para o Chase The Dragon, The Eleventh Hour, numa noite de narrador, e Sleepwalking, bem como várias compilações e reedições. Ele também cobre álbum concebido para Thin Lizzy, Tygers of Pan Tang (Crazy Nights), Diamond Head (Borrowed Time), Praying Mantis (Time Tells No Lies, Predator In Disguise), Nazaré (bairros pobres), Scorpions (Lonesome Crow) e Eloy (Metromania e o disco de imagem para hora de virar).
Mais recentemente ele trabalhou no álbum posterior Magnum, Alice Princess and the Broken Arrow, que foi lançado em Março de 2007; este é o primeiro álbum de estúdio Magnum desde 1992 para caracterizar a sua obra de arte. Ele também trabalhou com o grupo de rock Ásia. Seu trabalho mais recente é a data em The Immortal, um álbum solo pelo chumbo Magnum cantor Bob Catley, lançado em setembro de 2008. Capas de livros
Juntamente com o seu trabalho da capa do álbum, ele já ilustrou vários livros e revistas, principalmente de fantasia e ficção científica. Ele trabalhou nas capas dos romances Bruxa do mundo por Andre Norton e muitos dos romances de Michael Moorcock, que introduz uma seção em "In Search of Forever". Ele também trabalhou como designer artística em 1998 Gerry Anderson Castelo Lavender séries de TV.
Ele também projetou os logotipos para Tales o vídeo game viajantes estúdios e Bizarre Creations.
Livros tigre de papel têm publicado vários livros de arte do trabalho de Matthews, incluindo In Search of Forever (1985), Home Última remessa (1989) e Contagem regressiva para Millennium (1997).
Ele também projetou um conjunto de personagens que mais tarde derivados da série de animação "O Castelo Lavender". O projeto levou muitos anos para vir a realidade, fazendo com que cerca de 20 capítulos.
Em 2010, Rodney desenhou as ilustrações para livro de Marco Palmer as fantásticas aventuras de Stanley e Intergalatic Livingston, um romance de fantasia destinada para os jovens adolescentes, em um mundo onde o encanamento é o centro da sociedade. Os dois são amigos há vários anos. Marco Palmer é mais famoso por seu ato duo comédia com Rodd Christensen, que estrelou na TV das crianças do programa "Balamory".++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Rodney Matthews
Rodney Matthews (born 6 July 1945 in Paulton, North Somerset, England) is a fantasy artist and illustrator.
In 1978, he published Yendor: The Journey of a Junior Adventurer, a hard-back picture book featuring his distinctive paintings of "The Wild Country", a fantasy world seen through the eyes of young Yendor, named after his son (Yendor is, of course, Rodney backwards). These paintings were accompanied by irreverent and light-hearted text written by Graham Smith, forming an episodic story about Yendor's journey. Despite not featuring any coherent plot structure, this whimsical book achieved cult status amongst fanatics of fantastic art due to Matthew's striking and surreal paintings.Contents

Rodney has worked with a number of bands on album covers, the most notable of which is Birmingham melodic rock band Magnum for whom he designed the art-work for Chase The Dragon, The Eleventh Hour, On A Storyteller's Night, and Sleepwalking as well as various compilations and reissues. He also designed album covers for Thin Lizzy, Tygers of Pan Tang (Crazy Nights), Diamond Head (Borrowed Time), Praying Mantis (Time Tells No Lies, Predator In Disguise), Nazareth (No Mean City), Scorpions (Lonesome Crow), and Eloy (Metromania and the picture disc for Time to Turn).
More recently he worked on Magnum's later album, Princess Alice and the Broken Arrow, which was released in March 2007; this is the first Magnum studio album since 1992 to feature his art-work. He has also worked with the rock group Asia. His most recent work to date is on The Immortal, a solo album by Magnum lead singer Bob Catley, released in September 2008. Book covers
Alongside his album cover work, he has illustrated a number of books and magazines, primarily fantasy and science fiction. He worked on the covers for the Witch World novels by





































Posted by Picasa

KEITH PARKINSON



Biografia Início da vida
Keith Parkinson, nasceu em West Covina, Califórnia, no entanto, devido à carreira de seu pai no mundo corporativo com a GMAC, a infância Keith foi gasto em todo o Estados Unidos, em cidades como San Diego, CA, New York, Miami, Florida, e Lansing , Michigan Desde a mais tenra idade, Parkinson teve um interesse em ficção científica, e usou suas habilidades artísticas para ilustrar o seu interesse;. "Quando criança, eu era apaixonada por naves espaciais Eu colecionava cartazes e fez muitos desenhos da nave espacial. ". No entanto, até a idade de 12, tornou-se mais interessado na música do que a arte," Eu me envolvi com um rock & roll no ensino médio, e joguei semi-profissionalmente todo o caminho até o ensino médio e na faculdade . Durante vários anos, minha banda fez uma turnê nos finais de semana. Estávamos em heavy metal, e tocava coisas por Blue Öyster Cult, Rush, Led Zeppelin, e outros grupos de monstros do heavy metal. " Em um show, Parkinson conheceu sua futura esposa , Maria, que mais tarde se tornou o Dragão Coordenador publicidade em revistas, e eles tiveram um filho, Nicholas.
Parkinson foi fortemente influenciado por Frank Frazetta e Dean Roger em sua obra própria fantasia. Parkinson formou Kendall College of Art and Design em 1980. Seu primeiro trabalho foi com uma empresa chamada Impressão Publicidade, onde trabalhou na obra de arte para jogos de pinball e muitos jogos arcade iniciais, incluindo Tron e Krull. "Um dos caras na sala de câmera era um jogador de D & D, e tem me para o jogo. A primeira noite eu joguei um ranger em B1, Mantenha as Borderlands, e eu era viciado. Jogamos toda semana ".
Em novembro de 1982, ele passou a trabalhar na TSR, Inc., "eu não gostei muito da arte que eu vi no D & D de produtos de jogo, ea empresa foi em Lake Geneva, Wisconsin, perto da fronteira, para que eu dirigi um dia para ver se eu poderia fazer algum trabalho freelance. Elmore, Jeff Easley, e Tim Truman tinham acabado de entrar na empresa, ea arte que estavam trabalhando foi fantástico. Ele realmente me surpreendeu. Jim Roslof, que era o Diretor de Arte, deu a entender que eu poderia juntar o pessoal a tempo inteiro, mas eu perdi a dica. Poucos dias depois, liguei para ele sobre um emprego, e ele tinha acabado de contratar outra pessoa no dia anterior, mas ele me manter em mente. No dia seguinte, ele ligou de volta, e tinha uma abertura ". Parkinson também trabalhou em projetos, incluindo capas de livros, caixas de jogos, revistas e calendários. Entre capas de seus livros são títulos como Dragonlance e Forgotten Realms e Gamma World.
Após cinco anos de trabalho na TSR, Parkinson à esquerda e seguiu uma carreira independente por sete anos. Durante este tempo, a maioria do trabalho de Parkinson foi pintar as tampas para o mercado de Nova Iorque publicação. Seus clientes incluíam Bantam Books, Livros Palladium, Penguin Books e Random House. Alguns dos autores que ele pintou capas para include Terry Goodkind, Margaret Weis e Tracy Hickman, e Terry Brooks.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++Biography Early life
Keith Parkinson was born in West Covina, California, however due to his father's career in the corporate world with GMAC, Keith's childhood was spent all over the United States in cities such as San Diego, CA, New York, Miami, Florida, and Lansing, Michigan. From an early age, Parkinson took an interest in science fiction, and used his artistic abilities to illustrate his interest; "As a kid, I was in love with spaceships. I collected posters and did lots of spaceship drawings." However, by the age of twelve, he became more interested in music than art, "I got involved with a rock & roll band in high school, and played semi-professionally all the way through high school and into college. For several years, my band toured on weekends. We were into heavy metal, and played stuff by Blue Öyster Cult, Rush, Led Zeppelin, and other heavy metal monster groups." At one gig, Parkinson met his future wife, Mary, who later became the Dragon Magazine Advertising Coordinator, and they had a son, Nicholas.
Parkinson was heavily influenced by Frank Frazetta and Roger Dean in his own fantasy work. Parkinson graduated from Kendall College of Art and Design in 1980. His first job was with a company called Advertising Posters, where he worked on the artwork for pinball games and many early arcade games, including Tron and Krull.[1] "One of the guys in the camera room was a D&D player, and got me into the game. The first night I played a ranger in B1, Keep on the Borderlands, and I was hooked. We played every week."
In November 1982, he went to work at TSR, Inc., "I didn’t like a lot of the art I saw on D&D game products, and the company was in Lake Geneva, Wisconsin, just over the border, so I drove up one day to see if I could do some freelance work. Elmore, Jeff Easley, and Tim Truman had all just joined the company, and the art they were working on was fantastic. It really blew my mind. Jim Roslof, who was the Art Director, hinted that I could join the staff full-time, but I missed the hint. A few days later, I called him about a job, and he had just hired somebody else the day before, but he'd keep me in mind. The next day, he called back, and had an opening.” Parkinson also worked on projects including book covers, game boxes, magazines and calendars. Among his book covers are such titles as Dragonlance, Forgotten Realms and Gamma World.
After five years working at TSR, Parkinson left and pursued a freelance career for seven years. During this time, most of Parkinson's work was painting covers for the New York publishing market. His clients included Bantam Books, Palladium Books, Penguin Books, and Random House. Some of the authors that he painted covers for include Terry Goodkind, Margaret Weis and Tracy Hickman, and Terry Brooks.




































Posted by Picasa